terça-feira, 15 de março de 2011

Estudar para as provas, isso é fundamental!

Estude, estude muito, leia os livros, faça as atividades dadas em sala. Principalmente, estude para as provas, isso é fundamental!

As Provas Bimestrais acontecerão na semana de 04 a 08 de abril de 2011.

Veja por que é importante estudar para as provas no texto a seguir:


EDUCAÇÃO NA MÍDIA - MOVIMENTO TODOS PELA EDUCAÇÃO

15 de março de 2011


APRENDIZADO É MAIOR APÓS APLICAÇÃO DE PROVAS, DIZ PESQUISA
Pesquisa recente feita nos Estados Unidos constata que os alunos que estudam e depois respondem a questões sobre o conteúdo aprendem 50% mais sobre a matéria
CARTOLA - AGÊNCIA DE CONTEÚDO
Especial para o Terra Educação

Enquanto algumas pessoas são mais apegadas a números e contas matemáticas, outras gostam mesmo é de se debruçar sobre livros de história e literatura. Mas há uma coisa que a maioria dos estudantes concorda: a inimizade declarada aos testes e provas. Porém uma pesquisa recente feita nos Estados Unidos constatou que os alunos que estudam e depois respondem a questões sobre o conteúdo aprendem 50% mais sobre a matéria.
Resolver questões é a forma mais eficaz de aprendizado, vencendo o estudo conceitual em livros e esquemas como rascunhos. É o que constatou Jeffrey Karpicke, professor assistente de psicologia da Purdue University, nos EUA, ao fazer uma pesquisa sobre o tema com 200 jovens.
Os estudantes foram divididos em 4 grupos e todos tiveram que ler diversos textos científicos sobre assuntos como sistema digestivo, por exemplo. Depois, cada grupo foi submetido a um tipo de estudo.
O primeiro grupo somente leu os textos por 5 minutos; o segundo, por 20 minutos; o terceiro organizou as informações em um diagrama e relacionou conteúdos; e o último respondeu questões sobre o texto após lê-lo. Após uma semana, os 200 alunos tiveram que resolver um teste sobre os textos, segundo os resultados da pesquisa, aprendeu 50% mais do que os outros.
Para o psicólogo Fernando Elias José, especialista na preparação de candidatos para provas, vestibulares e concursos, a pesquisa somente comprova em números um sistema que ele já usava em meio profissional.
"Eu sempre oriento meus alunos a estudar duas disciplinas por dia e depois realizar exercícios sobre o que foi aprendido, pois o teste ajuda a recuperar o que já foi visto. Então, eu já percebia que com isso os alunos absorviam mais o conteúdo, mas até então esta era uma crença empírica", conta.
Apesar disso, José afirma que os resultados devem ser considerados somente a ponta de um iceberg e não uma verdade absoluta. "Eles testaram somente 200 pessoas, isso é um estudo inicial que deve estimular mais pesquisa e comprovação sobre isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FORMATURA 2011

FORMATURA 2012

Formatura 2013

Nono ano 2014

Localização

Custa Estudar?

Objetivo do blog

Divulgar para a comunidade escolar como funciona a escola.

Escola Municipal do Bairro Jardim das Rosas

Escola Municipal do Bairro Jardim das Rosas

Ler e escrever!

A função primordial de uma ESCOLA é ensinar o aluno a LER e a ESCREVER. Quando ele aprende a LER e a ESCREVER, deve então LER e ESCREVER! Transformando - se assim num CIDADÃO. Capaz de LER o mundo que o cerca e de ESCREVER sua própria história.



Esse blog é uma ferramenta onde os alunos e toda a comunidade da Escola Municipal do Bairro Jardim das Rosas possam fazer uso da LEITURA e da ESCRITA tendo como assunto principal a si próprios como SUJEITOS DO CONHECIMENTO que são.







Escola e Democracia

Dermeval Saviani em sua obra: Escola e Democracia – polêmicas do nosso tempo diz:

Uma pedagogia articulada com os interesses populares valorizará, pois, a escola; não será indiferente ao que ocorre em seu interior, estará empenhada em que a escola funcione bem; portanto, estará interessada em métodos de ensino eficazes. Tais métodos se situarão para além dos métodos tradicionais e novos, superando por incorporação as contribuições de uns e de outros. Portanto, serão métodos que estimularão a atividade e iniciativa dos alunos sem abrir mão, porém, da iniciativa do professor; favorecerão o diálogo dos alunos entre si e com o professor mas sem deixar de valorizar o diálogo com a cultura acumulada historicamente; levarão em conta os interesses dos alunos, os ritmos de aprendizagem e o desenvolvimento psicológico mas sem perder de vista a sistematização lógica dos conhecimentos, sua ordenação e gradação para efeitos do processo de transmissão-assimilação dos conteúdos cognitivos.