quarta-feira, 16 de março de 2011

Quantitativo de aulas por disciplina no primeiro bimestre

ESCOLA MUNICIPAL DO BAIRRO JARDIM DAS ROSAS
SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
QUANTIDADE DE AULAS POR DISCIPLINA NO PRIMEIRO BIMESTRE
Período: 02 de fevereiro a 20 de abril de 2011

601 602 603 701 702 801 802 901 902 903 904
PORT 58 62 58 60 62 60 62 60 62 62 60
MAT 55 51 55 55 49 49 51 53 51 51 53
HIST 31 29 33 31 31 31 31 29 29 29 29
GEO 29 27 27 29 31 29 31 29 31 29 31
CIE 29 33 31 31 29 33 31 31 31 29 31
ING 20 20 20 18 22 20 20 22 20 20 20
EF 20 22 20 20 20 22 18 20 20 20 20
ER 11 11 11 11 11 11 11 11 11 11 11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FORMATURA 2011

FORMATURA 2012

Formatura 2013

Nono ano 2014

Localização

Custa Estudar?

Objetivo do blog

Divulgar para a comunidade escolar como funciona a escola.

Escola Municipal do Bairro Jardim das Rosas

Escola Municipal do Bairro Jardim das Rosas

Ler e escrever!

A função primordial de uma ESCOLA é ensinar o aluno a LER e a ESCREVER. Quando ele aprende a LER e a ESCREVER, deve então LER e ESCREVER! Transformando - se assim num CIDADÃO. Capaz de LER o mundo que o cerca e de ESCREVER sua própria história.



Esse blog é uma ferramenta onde os alunos e toda a comunidade da Escola Municipal do Bairro Jardim das Rosas possam fazer uso da LEITURA e da ESCRITA tendo como assunto principal a si próprios como SUJEITOS DO CONHECIMENTO que são.







Escola e Democracia

Dermeval Saviani em sua obra: Escola e Democracia – polêmicas do nosso tempo diz:

Uma pedagogia articulada com os interesses populares valorizará, pois, a escola; não será indiferente ao que ocorre em seu interior, estará empenhada em que a escola funcione bem; portanto, estará interessada em métodos de ensino eficazes. Tais métodos se situarão para além dos métodos tradicionais e novos, superando por incorporação as contribuições de uns e de outros. Portanto, serão métodos que estimularão a atividade e iniciativa dos alunos sem abrir mão, porém, da iniciativa do professor; favorecerão o diálogo dos alunos entre si e com o professor mas sem deixar de valorizar o diálogo com a cultura acumulada historicamente; levarão em conta os interesses dos alunos, os ritmos de aprendizagem e o desenvolvimento psicológico mas sem perder de vista a sistematização lógica dos conhecimentos, sua ordenação e gradação para efeitos do processo de transmissão-assimilação dos conteúdos cognitivos.